RS - Farroupilha

Farroupilha

Farroupilha está localizado na Serra Gaúcha. É a terceira maior cidade da região com a população estimada de 70 mil habitantes. O local onde foi erguido o município era habitado por imigrantes provindos da Itália a partir do ano de 1875, que posteriormente passaria a chamar-se Nova Milano (atual distrito de Farroupilha), resultado dos esforços do governo imperial a fim de desenvolver a região. O nome do município foi dado em homenagem ao centenário da Revolução Farroupilha na ocasião da emancipação política do município em relação a Caxias do Sul, ocorrida em 1934.

Circulando por Farroupilha

Farroupilha guarda algumas características interessantes, muitas ruas ainda estão com calçamento de paralelepípedos, inclusive no centro da cidade. Ainda no centro, encontramos muitas casas sem cercas e grades e jardins bem cuidados. A cascata Salto Ventoso foi cenário para o filme O Quatrilho, obra de José Clemente Pozenato, e da minissérie da Rede Globo “Quinto dos Infernos”. A queda d’água em plena mata nativa possui 52 metros de altura caindo em forma de cortina de água sobre uma gruta com 200 metros de comprimento por 25 metros de altura. O Museu Casa de Pedra, tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado, tem um acervo de utensílios, móveis e ferramentas domésticas, retratando a vida da colonização italiana, além de documentos e objetos da história de Farroupilha. A rua que passa em frente foi o grande eixo do comércio da cidade no começo do século e só perdeu importância com a inauguração da Estrada de Ferro e da Estrada Júlio de Castilhos em 1911.

Igreja Sagrado Coração de Jesus / Praca da Matriz

Com belos vitrais construída em 1932, em estillo gótico, ostenta duas torres de 49 metros de altura. O piso é feito de lajotas decoradas e detalhes em mármore. O altar foi projetado por Alexandre Bartelle. A igreja começou a ser construída em 1929 e foi inaugurada em 1935, com projeto do arquiteto Victorino Zani, conhecido pela projeção de igrejas no Rio Grande do Sul. O pároco da época, monsenhor Thiago Bombardelli, decidiu que o prédio seria construído em estilo românico, sem muitos ornamentos, e que resistisse ao frio. A igreja é obra tombada pelo Conselho de Patrimônio Histórico, Artístico e Cultural do município. De 2003 a 2008 passou por processo de restauração e revitalização. Junto à igreja tem a Praça da Matriz, ponto de encontro das famílias e dos jovens da cidade.

Santuário Nossa Senhora do Caravaggio

O maior santuário religioso do sul do país recebe milhares de fiéis no dia 26 de maio, data de Nossa Senhora de Caravaggio. O evento reúne, na data e no final de semana, cerca de 150 mil peregrinos. Padroeira de Farroupilha e da região colonial italiana, o dia é feriado municipal. O Santuário está localizado a seis quilômetros do Centro, em acesso asfaltado. Conforme a história, a aparição de Nossa Senhora de Caravaggio aconteceu no dia 26 de maio de 1432, às 17 horas, a uma camponesa chamada Joaneta, num lugarejo chamado Caravaggio, no norte da Itália. O local conta com infraestrutura de bares, restaurante e venda de objetos religiosos.