RS - Estância Velha

Estância Velha

Estância é um termo gaúcho usado para designar fazenda, rancho ou morada. Neste caso referia-se á morada do capataz da Real Feitoria do Linho Cânhamo, que se instalou no local onde hoje é Estância Velha. Estância Velha também foi conhecida como Entrada de Bom Jardim. Em 1939, passou a denominar-se Genuíno Sampaio, que foi um Coronel com grande atuação no caso dos Mucker, em Sapiranga. Entretanto, este nome não teve êxito, e o povoado voltou a chamar-se Estância Velha, já em 1950. Dentro do Vale dos Sinos, Estância Velha é um importante fornecedor de couro para as indústrias gaúchas, também é considerada a cidade dos grandes eventos, a cidade é conhecida pelos Bailes Kerb, uma festa tradicional alemã com muito chopp, dança e alegria. Estância Velha tem pouco mais de 40.000 habitantes, fica distante 50 Km de Porto Alegre, bem próximo à Novo Hamburgo.

Circulando por Estância Velha

No entroncamento com a BR-116 está localizado o pórtico com 10 metros de altura que faz menção ao futuro com asas alçando voo. Em frente há um totem pequeno, de 2 metros, fazendo alusão à cidade da tecnologia do couro, que é a capital nacional dos curtumes. Quem vem pela av. Presidente Lucena pode ver um totem similar ao do pórtico, porém com 5 metros de altura. Localizado no centro do município, o Monumento ao Curtidor representa o trabalho dos profissionais que fizeram a cidade ter destaque nacional e internacional como a capital brasileira dos curtumes.

Arquitetura e Urbanismo

Estância Velha não possui um acervo muito grande de casas históricas, muitas já foram demolidas, mas ainda encontramos pela cidade belos exemplares de casas preservadas e restauradas, resguardando a memória da colonização alemã.

Praça Primeiro de Maio

A praça Primeiro de Maio é um lugar de descontração e lazer, também é utilizada como ponto central cultural no município. Tradicionalmente, nos finais de tarde, é ocupada por famílias que a escolheram como o ponto do chimarrão, onde se encontram amigos e se aproveita um bom mate.

Parque Recreativo Dario Haupenthal

O Parque Haupenthal fica situado no bairro Lira. É um local bem calmo e familiar, ideal pra quem gosta de curtir um final de tarde acompanhado de um bom chimarrão à beira do laguinho. O local também oferece churrasqueiras e um espaço kids, com balanço, gangorras e outros brinquedos infantis. Muitos profissionais da fotografia adotaram esse espaço, junto à fauna e flora, para tirar fotos de eventos, como casamentos e formaturas.

Praças e espaços públicos

Estância Velha é cercada de muito verde, as praças da cidade são aconchegantes e bastante utilizadas para reuniões familiares. A Praça Getúlio Vargas foi totalmente revitalizada, recebeu diversas melhorias urbanísticas, ambientais, de paisagismo e lazer. A praça recebeu em 2011 uma placa alusiva ao meio século de emancipação da cidade. Outra praça revitalizada foi a Praca Walter Jacob Bauermann ou Pracinha do Hollywood, como é mais conhecida. Foram instalados aparelhos de ginástica e reformados os banheiros e as churrasqueiras. A praça conta também com uma cahcha de bocha, para quem gosta do esporte. O caminhódromo de Estância Velha tem aproximadamente 800m de extensão e está localizado entre as duas pistas da Avenida Brasil. É bastante utilizado pela população para caminhadas no final da tarde ou início da manhã. Um caminho de asfalto cercado por uma vegetação exótica. A Feira do Artesanato funciona de segunda a sexta-feira, das 14h às 18h e aos sábados das 8h às 12h, bem como durante os eventos do município. Está localizado em um núcleo enxaimel na área central da cidade, junto ao Pavilhão de Atividades Culturais Reinato Enio Trein.

Igrejas

Em 19 de abril de 1900, foi feita a primeira pregação na América Latina, pela Igreja Evangélica Luterana do Brasil (IELB) no município de Estância Velha. Curiosidade: a Igreja Católica foi construída com a ajuda dos evangélicos, uma vez que um dos critérios para a emancipação era a existência de uma Igreja Católica no povoado. A Igreja Evangélica de Confissão Luterana (IECLB) está situada numa posição imponente da cidade, e merece ser visitada.

Centro Tecnológico do Couro

O Centro Tecnológico do Couro nasceu em 5 de maio de 1965, para melhorar a tecnologia da produção de couros, adequando-a à realidade brasileira. Em novembro de 2002, recebeu a certificação ISO 14001 e teve reconhecido o seu sistema de gestão ambiental como modelo na busca pelo desenvolvimento sustentável e preservação ambiental, foi a única escola técnica do mundo a obter esta certificação. Saiba mais sobre o Centro Tecnológico do Couro acessando o site: www.senairs.org.br/ctcouro, ou visite pessoalmente na Rua Gregório de Mattos, 111, Bairro Floresta em Estância Velha.