RS - Canela

Canela

Canela recebeu este nome devido a uma caneleira localizada nas proximidades da praça central, a Praça João Correa. A árvore servia de ponto de encontro e pousada para os tropeiros que cortavam o município pela tradicional estrada Júlio de Castilhos. Canela é uma cidade que deveria servir de modelo para muitas outras cidades brasileiras. O cuidado da população vai além da preocupação estética do município, há também uma preocupação em receber bem os turistas e principalmente há respeito no trânsito, os motoristas repeitam os pedestres e a sinalização. A natureza e seus pontos de atração são responsáveis pelo crescimento da cidade, que recebe anualmente mais de 2.500.000 visitantes. Quem visita Gramado, não pode deixar de visitar Canela, são poucos minutos de deslocamento que valem a pena.

Circulando por Canela

Passeando pelas ruas de Canela nos deparamos com uma arquitetura européia bem variada. Belas casas de madeira (conhecidas como Chalés), prédios e casas em estilo germânico, o moderno misturado ao clássico, para todos os gostos.

Cultura e arte

O principal ponto de cultura da cidade de Canela é o Espaço Cultural Casa de Pedra, que foi construído em 1953 pela Associação Rural da cidade. A construção é feita de rochas basálticas com o revestimento interno todo de madeira. A casa recebe peças teatrais, exposições de arte, além de exibir filmes. No lado externo do Espaço Cultural tem uma escultura intitulada Bebê Esperança, obra de Arminda Lopes e um busto em homenagem ao Dr. Salvador Celia. A arte também está fortemente presente à cultura canelense, no Centro de Feiras, na Festa Colonial, nas cabaninhas da Associação dos Artesãos e na decoração da cidade.

Catedral Nossa Senhora de Lourdes (Catedral de Pedra)

A catedral se impõe sobre os jardins, sua construção foi feita em estilo gótico inglês. A igreja é conhecida como Catedral de Pedra, por ter sido construída de basalto, a rocha mais abundante na região. A torre da igreja possui cerca de 65metros de altura e abriga um carrilhão de 12 sinos.

Mundo a Vapor

O Parque Temático Mundo a Vapor reconstruiu o impacto dramático causado pelo famoso acidente ferroviário acontecido em Paris em 1895, quando uma locomotiva cruzou desgovernada e em alta velocidade a estação de Montparnasse, atravessou uma parede e ficou pendurada a 12 metros de altura. Localizado na rodovia Canela-Gramado, um mundo fantástico, com atrações que impressionam seus visitantes.

Praça João Correa (Praça de Canela)

A sombra das árvores é comum encontrar população canelense em suas rodas de chimarrão, as crianças no parquinho se divertindo e os turistas registrando as imagens. A praça tem um espaço bem amplo, com canteiros bem cuidados e apesar da grande quantidade de visitantes, está permanentemente limpa. O busto do Coronel João Corrêa Ferreira da Silva está exposto no centro da praça. João Corrêa foi um desbravador do município serrano, foi o mentor do projeto da estrada de ferro que ligava Canela ao município de Taquara. As bancas de artesanato presentes na praça complementam a beleza, possuem estilo e acabamento característico da cidade.

Parque do Caracol

O símbolo natural maior da cidade é a Cascata do Caracol, um de seus cartões postais, situado a sete quilômetros do centro. Formado pelo arroio do mesmo nome, o Parque do Caracol possui 25 hectares de área, já na entrada do parque sente-se o ar puro proporcionado pela vegetação fechada que só é repartida pelas trilhas ecológicas. O visitante encontra no Parque do Caracol também o artesanato local, com opções de malhas, chocolates, estampas, postais, arte em madeira e muito mais. No local tem uma torre com 27 metros de altura construída em estrutura metálica, revestida em vidro, com um elevador central com vista panorâmica até o topo, onde pode ser observada toda a paisagem deslumbrante.

Parques da Serra

O complexo turístico Parques da Serra possui belas paisagens formadas por vales, montanhas e a Cascata do Caracol vista por outro âgulo, uma atração que vale a pena visitar. É formado por três estações: Central, Animal e Cascata, interligadas por um teleférico de tecnologia suíça.
- ESTAÇÃO CENTRAL: É onde tudo começa começa com o embarque nos bondinhos aéreos. Esta estação também possui área de alimentação e um belíssimo mirante, que permite uma vista espetacular de todo o vale, a 60 metros de altura.
- ESTAÇÃO ANIMAL: Primeira parada com um desnível de 130 metros. Além de trilhas e um mirante espetacular, encontra-se o Espaço das Esculturas que Falam, talhadas em madeira pelo artista plástico Masaharu Hata. São cerca de 85 peças do artista, que além de ser um trabalho manual belíssimo, as artes também imitam o som dos animais. O Espaço das Esculturas que Falam também conta com a ambientação do designer e artista plástico Rodrigo Huelsmann, que criou e esculpiu todo o cenário de floresta, composto por esculturas de árvores, plantas e pintura de animais nativos, para a apresentação das peças de Masaharu.
- ESTAÇÃO CASCATA: A descida dos bondinhos leva até a Estação Cascata. No trajeto, é possível contemplar toda a fascinante beleza do Vale e a Cascata do Caracol, uma queda d'água que se projeta de uma plataforma dentro do cânion, oferecendo ao visitante uma vista Privilegiada. Local ideal para tirar belas fotos.
Maiores informações pelo telefone (54) 9205-9810 ou pelo site: www.parquesdaserra.com.br.

Vale da Ferradura

O parque oferece lazer para toda a família. Três mirantes descortinam vista para o cânion de 420 metros de profundidade, onde o Rio Santa Cruz desenhou a ferradura que dá nome ao lugar. O parque oferece diversas trilhas, a maior tem nível médio de dificuldade e leva a cachoeiras, paredões de pedra e à beira do rio. No local são encontrados animais como quati, macaco-prego, bugio-ruivo, serelepe, cutia, gambá, mão-pelada, veado-mateiro, graxaim, muitos roedores e também uma grande variedade de aves de extrema beleza e raridade.

Parque das Corredeiras

O parque conta com uma bela área verde para momentos de lazer nas águas do Rio Paranhana. O lugar é ideal para prática de rafting e para um típico churrasco gaúcho em família.

Alpen Park

O Alpen Park está situado a três quilômetros do centro de Canela e oferece uma variedade de atrativos como a Montanha-russa, Torre de Rapel, Muro de Escalada, Bungee Trampolim, Arvorismo, Tirolesas, Quadriciclo, Touro Mecânico, Simulador Mini Rider 2, Snapy Draw e Alpen Kids e o brinquedo âncora do parque denominado Trenó que substitui os trenós de neve utilizados na Europa. Quem é ligado em novas tecnologias, não pode deixar de conferir incríveis atrações, como o Cinema 4D e o Cineminha 6D com seus efeitos especiais e sensoriais, e ainda o Alpen Interactive, onde os participantes interagem com jogos apresentados em 5D, todos pioneiros na América Latina. O parque funciona diariamente das 9h às 18h. Em dias de chuva funcionam somente os atrativos em área coberta.
Maiores informações visite o site www.alpenpark.com.br.

Restaurante Cantina 28

Ótima opção pra quem vai para a serra gaúcha e quer saborear a típica comida italiana sem ter pressa de ir embora. Vários tipos de polentas, massas, saladas e carnes fazem parte da mesa colorida. Tudo à vontade, com direito à uma variedade grande de sobremesa. O ambiente nos faz sentir como se estivéssemos em casa. O restaurante fica localizado na rua Jacob Adamy, 28, Vila Suiça, Canela. Fone: (54) 3282-0628. Na internet: facebook.com/Cantina28.